terça-feira, 20 de março de 2012

As principais teorias de interpretação de Apocalipse


1. A corrente Pós-Milenista
• Crê que o mundo vai ser cristianizado e que teremos um grande e poderoso reavivamento e o crescimento espantoso da igreja ao ponto da terra encher-se do conhecimento do Senhor como as águas cobrem o mar (Hc 2:4).
• Essa corrente foi forte no século XVIII e XIX quando as missões estavam em franca expansão. Homens como Jonathan Edwards, Charles Hodge e Loraine Boetner foram defensores do Pós-Milenismo. Muitos missionários foram influenciados por esta interpretação, bem
.como muitos hinos foram escritos inspirados por esta visão.
• Essa corrente deixa de perceber que antes da vinda de Cristo estaremos vivendo um tempo de crise e não um tempo de despertamento espiritual intenso e universal.
2. A corrente Pré-Milenista
• Os Pré-Milenistas históricos ou moderados distinguem dos amilenistas em poucos aspectos: Reino e ressurreição.
• Porém os Pré-Milenistas dispensacionalistas ou extremados têm vários ensinos estranhos às Escrituras:
a) Distinção entre Igreja e Israel no tempo e na eternidade
b) O Reino de Deus adiado para o Milênio terreno
c) A crença num arrebatamento secreto, seguido de uma segunda vinda visível
d) A idéia de que a igreja não passará pela grande tribulação (a igreja será poupada da ira de Deus (thymos e orge), mas não da tribulação (thlipsis). A tribulação não é a ira de Deus contra os pecadores, mas, sim, a ira de Satanás, do anticristo e dos ímpios contra os santos. (Gundry).
e)   A idéia que teremos várias ressurreições  
f) A idéia de que haverá chance de salvação depois da segunda vinda de Cristo.
3. A corrente Amilenista ou Espiritual
• O livro de Apocalipse deve ser visto não como uma mensagem que registra os fatos em ordem cronológica, mas temos no livro sete seções paralelas e progressivas.
• Cada seção descreve todo o período que compreende da primeira à segunda vinda. Cada sessão descreve uma cena do fim.
• A cena do fim vai ficando cada vez mais clara e até chegar ao relato apoteótico da última sessão.
• Essas sete seções estão divididas em dois grandes períodos (1-11) e (12-22). A primeira descreve a perseguição do mundo e ímpios e a segunda a perseguição do dragão e seus agentes.

Autor: Rev. Hernandes dias Lopes.
Estudo no Livro de Apocalipse

Um comentário:

Café Batista disse...

Paz eM Cristo Rev. Claudio, um prazer recebê-lo no Café Batista. Talvez eu seja um péssimo Batista por ser um Amilenista, preterista (rsrsrsrs). Legal esta iniciativa de expor ao linhas de interpretação de Apocalipse e sobre tudo na questão das correntes escatológica. Acredito que hoje, mais do que fechar com uma corrente ou outra, há uma lacuna na exposição sobre escatologia no geral. Nem em púlpitos nem em cançõe se fala mais sobre o Retorno de Cristo.

Que o Senhor continue lhe enriquecendo na sua Graça e Soberania.

Já sigo e acompanho seu blog.

Att,
José Eduardo
Café Batista.